segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Atualização - Julho 2016

Meu patrimônio ao final de Julho: R$30.500,00

Isso é o que eu tenho após vários anos de trabalho com curso superior.
Isso é o que eu tenho para tentar tocar a vida.
Isso é o que eu tenho.

Fui vítima de um assalto e perdi todo o investimento que havia feito numa atividade para ganhar dinheiro.

Perdi a motivação de interagir com a galera de finanças. pois não terei mais como investir e terei sorte em conseguir sobreviver.

Desculpem, mas eu estou cumprindo minha promessa de escrever aqui até o fim, o qual considero ser agora. Se houver um recomeço vou atualizar aqui, mas por enquanto tenho que me concentrar no que vou fazer.

Ao amigo Pobretão, se estiver lendo: eu não pretendo apagar o blog e na medida do possível vou atualizar, mas peço que me tire do ranking, pois não estou em condições de assumir o compromisso e nem de ver meu patrimônio caindo. Se algum outro amigo puder avisar ao Pobretão, agradeço. De qualquer maneira vou reforçar com um comentário no blog dele.

É isso... main notícias algum dia.

Boa sorte a todos!

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Atualização - Junho 2016

Junho foi um mês de reestruturação no qual refleti sobre meus últimos empregos lixo, qualidade de vida e mudanças a serem feitas. Como previsto, tive uma queda de patrimônio devido ao investimento que fiz em um pequeno negócio. Vamos ao resumo do mês:

Finanças:


Mês anterior: R$61.234,00

Junho: R$30.435,00 (-R$30.799,00 ou -50,3%)


Vida profissional:

Ao pensar em alguma atividade para desenvolver por conta própria, defini que não queria gastar mais do que a metade do que tenho, então pelo menos isso consegui até agora. Uma coisa que estou gostando é a flexibilidade de horários, o que melhorou muito minha qualidade de vida. Se eu me esforçar mais ganho mais, se eu estiver cansado posso descansar. Outra vantagem: não tenho centenas de emails por dia para responder fora do horário de trabalho, nem ligações ou mensagens. Os horários de começo e fim do expediente são bem definidos por mim agora e dá para separar bem trabalho e vida pessoal. Mas o principal é que NÃO TENHO CHEFINHO ESCROTO ou COLEGAS DE TRABALHO CASADINHOS que se matam pela empresa me fazendo parecer incompetente. Escolhi uma atividade que consigo fazer sozinho, tomando todas as decisões. Como falei, minha meta é pagar o aluguel e comida e pelo menos isso já consegui no primeiro mês. Agora tenho que focar em aumentar os rendimentos, aprender mais sobre a área em que estou e continuar pesquisando alternativas para diversificar. Já posso dizer que estou feliz com minha escolha.

Vida pessoal:

Continuo firme na academia e como agora tenho liberdade de horário meu desempenho melhorou muito. Estou cuidando da alimentação e consigo até mesmo cozinhar em casa se quiser, o que eu não fazia há meses. Comprei uma TV e uma poltrona para melhorar meu conforto e estou conseguindo cuidar mais da casa, o que está me deixando mais motivado. Não tenho saído muito, mas fui em um bar de rock que eu estava querendo ir há muito tempo e foi legal. Estou conversando com algumas mulheres, mas nada demais. Tenho pensado se vale a pena namorar de novo, para ficar mais tranquilo. Vamos ver...

Minha meta é manter meu patrimônio até o final do ano. Até lá vou pensar se continuo enviando currículos ou se invisto mais no meu negócio.

Boa sorte a todos!

terça-feira, 31 de maio de 2016

Atualização - Maio 2016

Maio foi um mês muito diferente para mim, com acontecimentos que me fizeram tomar algumas decisões. Com a economia parada, percebi que está difícil achar emprego, ainda mais com salário bom. Então vamos ao resumo do mês:

Finanças:

Mês anterior: R$55.167,00

Maio: R$61234,00 (+R$6067,00 ou +11%)

Vocês devem estar pensando como tive esse aumento já que eu falei que meu aporte ia diminuir com o salário mais baixo, porém FUI DEMITIDO NOVAMENTE.

Vida profissional:

Comecei a trabalhar na empresa nova e, como relatei aqui, encontrei mais um ambiente agressivo, clima ruim etc. Resumindo: eu e mais um cara solteiro fomos demitidos pois não aceitamos as humilhações. Um terceiro cara mais novo e solteiro PEDIU DEMISSÃO APÓS UMA SEMANA NA EMPRESA. Não preciso falar mais nada. Só quem fica na empresa são os casadinhos submissos com filho pra criar.
Eu já estava pensando em ter um negócio, nem que seja paralelo com algum emprego. Então eu decidi fazer isso. Mês que vem devo sofrer uma queda de patrimônio devido ao investimento que vou fazer no meu negócio.

Vida pessoal:

Voltei pra academia e estou me sentindo bem. Não saí muito e fiquei com apenas uma mulher. Tenho saído mais para olhar pendências como seguro desemprego etc e é muito legal poder ver a cidade, as pessoas, sem estar preso em um trabalho escravo o dia todo, voltando para casa sem energia. Deve ser muito bom ter patrimônio para viver de renda. Eu quero uma atividade que me dê mais liberdade. Minha meta inicial é pagar o aluguel e comida. Estou motivado a mudar minha vida! 


Justamente em uma época de dificuldade, em que todos tendem a ficar na deles, segurando o emprego, estou sendo forçado a procurar alternativas.

Estou cansado de não ter reconhecimento, então vou trabalhar para mim mesmo!

E aí, como está seu emprego?

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Atualização - Abril 2016

Segue minha atualização de Abril:

R$55167,00

Patrimônio Março 2016 = R$47513,00 (+R$7654,00 ou +34%).

Apesar de ter vendido meu carro fui afetado por alguns acontecimentos:

Praticamente não recebi salário em Abril devido ao dia em que entrei no novo emprego;
Vendi o carro barato;
Tive que emprestar dinheiro para um amigo (sim, tem gente pior que eu).

O novo emprego é bizarro e continuo vendo todo tipo de comportamento opressor, falsidade, competição, casadinhos querendo manter o emprego etc. Se esse fosse meu primeiro emprego já teria pedido demissão, mas sabemos como temos que fingir e aguentar essas merdas para sobreviver. Pelo menos a essa altura já espero de tudo, então não me surpreendo. Eu tenho com a empresa o mesmo comportamento: não levo a sério para não ter que brigar o tempo todo. NÃO vou ler emails em casa; NÃO vou fazer hora extra. O salário tá baixo mesmo é para não ter encheção.

Não tenho saco mais para dedicar ao trabalho. Aprendo o mínimo para não passar vergonha. Só penso o tempo todo em abrir meu buteco ou meu negócio na internet.

Voltei para a academia quando saí do outro emprego mas já estão me sugando tanto a energia que até parei de novo. Tenho que voltar...

Não estou saindo, ainda mais sem carro. Bom para economizar mas não estou pegando mulheres também. Se bem que estou tão focado em arranjar um jeito de ganhar dinheiro que nem estou dando atenção para essas sangue-sugas.


Abraços e boa sorte a todos!

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Pobre sem carro

Desde pequeno sempre gostei de carros e é um dos motivos de eu ter escolhido engenharia. Meu primeiro objetivo no primeiro emprego foi conseguir um carro e me lembro da minha felicidade ao conseguir após juntar uma grana pela primeira vez na vida. Era muito bom poder dar uma voltas, nem que fosse no bairro mesmo, para ver o movimento dos bares, as meninas na rua, encontrar os amigos, ouvir Roxette de madrugada bêbado indo pra casa. Meu primeiro carro me permitiu melhorar muito os encontros com mulheres e era muito bom ficar com elas ao ir deixar em casa. Tenho boas lembranças associadas com carro, como viagens para praia, cachoeiras, acampamentos, montanhas, ou mesmo ficar lavando o carro na porta de casa ouvindo rock com meus novos alto falantes tomando cerveja.

Esse mês decidi vender meu atual carrinho velho. Estou muito triste, mas foi a decisão lógica com a queda do meu salário, ainda mais que eu já estava adiando manutenção, pneus etc. Tive que vender barato para não gastar mais em breve.

Estou pensando em evitar ao máximo comprar outro, mas se não conseguir vou escolher um mais simples ainda e mais econômico.

Por que a vida nesse país de merda é tão difícil? As minhas boas lembranças dos carros se misturam com uma angústia quando penso quanto gastei com eles.

Uber é solução? Taxi? Por mais que gaste com o carro fiz umas contas e o valor por km rodado é menos da metade com carro.

Ônibus??? Preciso falar? Que merda de lugar que não dá dignidade às pessoas.

Tô puto...

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Patrimônio - Março 2016

Minha vida continua corrida após a decisão de pedir demissão, mas o processo já foi concluído e recebi o acerto, refletindo em minhas finanças:

Patrimônio Março 2016 = R$47513,00

Mês anterior = R$33383,00 (+ R$14130,00 ou + 42%)

Eu consegui outro emprego mas aceitei o primeiro que apareceu pois vi que está muito difícil conseguir trabalho, inclusive tenho muitos amigos engenheiros que estão desempregados.

Meu aporte vai cair muito e o jeito é continuar procurando um salário melhor.

Mais notícias em breve.

Abraço e sucesso a todos!

terça-feira, 1 de março de 2016

Patrimônio - Fevereiro 2016

Desculpem por não estar postando, mas minha vida está muito confusa com a saída da empresa. Assim que possível vou escrever sobre isso, mas enquanto isso deixo abaixo minha atualização:

Patrimônio Fevereiro 2016 = R$33.383,00

Mês anterior: R$23576 (+R$9807 ou +41,6%)

Vários fatores estão envolvidos na variação, como verbas de rescisão do contrato, gastos mínimos para sobrevivência e além disso estou correndo atrás de cada Real que emprestei.

Boa sorte a todos!